quarta-feira, 16 de maio de 2007

nuances de meia praia

vi as marcas que deixaste na areia
que não sendo movediça se movia
por comando mansinho da tua anca.

quando me fitas comprovas que tens sal quanto baste

e os grãos de areia colam-se a ti como se fosses átomos da mesma estrela.
Em pouco tempo sabem que pertences ali.
Se somos um único organismo vivo, pergunto:

se os teus olhos me olham como eu olho o mar.

6 comentários:

patriciar disse...

:) continuo a achar, q escreves lindamente...ADORO! bjinho

Psyche disse...

vou ter que concordar com o comentário anterior!! E não há mais palavras a dizer...senao: LIndissimo!!

borbolletta disse...

continuo a vir espreitar de vez em quando para ver se há novidades, mais um texto teu, uma divagação, qlqr coisa. gosto de te ler;)

ana

barb michelen disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

Carla Silva e Cunha disse...

gostei

Anónimo disse...

O que e feito d si meu vizinho? Ja n postas ha tanto tempo :-( tenho saudades d ler estes pedacinhos d arte ;)