quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

Uma vaga


Uma vaga trouxe-me uma vaga história
Uma vaga reluzia como a prata mais rica
Uma vaga deixou espuma densa como consciência de um povo antigo

Uma vaga trouxe-me uma vaga história
do profundo mar que lá fica sempre e não volta
Uma vaga história da saudade que vem do fundo

E aquela espuma d' alma derramada
tinha ali toda a história
tinha um povo antigo

Que sente saudade,
como tu e eu.

2 comentários:

Psyche disse...

lindissimo...e triste...

bj*

Mogwai disse...

thanks! mas olha... tristeza/nostalgia/saudade não é assim tão mau. é até uma boa desculpa para comer um balde de gelado strawberry cheesecake :P